Como funciona a política de uso de celular corporativo

celular corporativo

O advento da tecnologia e da mobilidade trouxe muitas vantagens para o mundo corporativo.  Então, se antes os funcionários precisavam estar dentro das empresas para falar com os clientes, agora o uso do celular promoveu mais agilidade e ganhos importantes para todas as áreas.

Contudo, é essencial que exista uma política de uso de celular corporativo bastante clara e criteriosa. De modo que os funcionários conheçam as regras específicas sobre o uso do celular corporativo.

Afinal, cabe destacar que os celulares de empresas não podem ser usados da mesma forma que um aparelho pessoal. Seja para ligações que tratem de conversas particulares fora do âmbito de negócios ou outros usos que não corporativos..

Sendo assim, conheça a política de uso de celular corporativo para ligações particulares e veja como não errar ao usar.

Celular corporativo: o que é e para que serve?

De modo geral, um celular corporativo – como o próprio nome sugere – é composto por um aparelho e uma linha telefônica, que são de posse da empresa. Então, a corporação pode ceder aparelhos para funcionários ou departamentos específicos, com a finalidade de melhorar o processo de comunicação.

A distribuição dos celulares corporativos ocorre, na maioria dos casos, de acordo com a demanda de cada colaborador e cada setor. Como as áreas comerciais e marketing, que são as que mais utilizam celulares para atendimento ao cliente, fornecedores e parceiros.

Por outro lado, há situações nas quais os colaboradores utilizam o celular para fins pessoais (em momentos de emergência).

Caso isso aconteça, normalmente as empresas não advertem seus funcionários que fazem ligações pessoais esporadicamente a partir dos aparelhos corporativos.

Contudo, o uso inadequado pode ocorrer e é justamente nessa ocasião que entra em cena a política de uso de celular corporativo. Que deve estabelecer o melhor modo de utilização dos celulares empresariais.

Política de uso de celular corporativo

A política de uso de celular corporativo não é um regime único e, portanto, pode variar de empresa para empresa. Dessa forma, cada uma estabelece as regras que forem mais convenientes, de acordo com suas diretrizes internas.

Mas, de uma forma geral, todas as políticas tratam o uso do aparelho corporativo como exclusivamente para fins de trabalho. Logo, a política pode definir algumas regras inclusive para o tempo de duração das chamadas.

Depois de definidas, as normas são passadas aos funcionários durante reuniões presenciais ou por e-mail, formalizando tudo com base em um regulamento interno ou por códigos de conduta.

No entanto, mesmo com a política traçada, muitas empresas encontram dificuldades para controlar se os funcionários estão respeitando as regras.

Nesse caso, existem algumas soluções estratégias alternativas como a adoção de um sistema de gestão de telecom específico ou a aplicação de auditoria de contas de celulares, serviço oferecido pela BTB Telecom.

BTB Telecom permite à sua empresa gerir melhor o uso de celulares corporativos

O mau uso dos smartphones por funcionários pode gerar perda de produtividade e prejuízos financeiros. Sendo assim, a BTB Telecom oferece a plataforma de gerenciamento de dispositivos móveis (EMM), que promove maior controle e redução de custos com telefonia.

Quer saber mais como podemos ajudar sua empresa a otimizar os custos com linhas telefônicas? Entre em conosco e conheça mais sobre os nossos serviços em Telecom!

Avalie este post!