Top 3 Regras de Uso de Telefone Celular Corporativo

regras de uso de telefone celular corporativo
Sem categoria | Nenhum comentário | Visualizações 2471

Assim como o uso de smartphones só cresce entre a população, nas empresas essa realidade não é diferente. Com o intuito de facilitar a comunicação entre funcionários e clientes, colaboradores e organizações e empresas e fornecedores, é cada vez mais comum que a instituição conceda dispositivos móveis para os funcionários.

Com esse crescimento excessivo, cada vez mais os gestores buscam criar regras de uso de telefone celular corporativo para gerar uma política de utilização entre os colaboradores. Veja abaixo algumas das principais!

1. O aparelho deve estar sempre à disposição da empresa

Assim como dissemos acima, o celular é cedido. Isso quer dizer que a empresa cede algo que é dela para o uso do funcionário, e não que o aparelho passa a ser do colaborador. Por conta disso, o telefone deve estar à disposição da organização a qualquer momento, seja para a troca de aparelho, mudança de número ou apenas porque a empresa não quer mais disponibilizá-lo.

2. O celular é de uso exclusivamente corporativo

Nem precisamos dizer que uma das principais regras de uso de telefone celular corporativo é o uso exclusivo para questões organizacionais, não é? Tudo o que diz respeito ao trabalho do profissional, relacionamento com o cliente, contato para reuniões, acesso à internet para visualizar trânsito ou até mesmo aplicativos corporativos são liberados. Porém o que diz respeito à vida particular do funcionário deve ser tratado por seu telefone pessoal.

3. A conservação do equipamento é de responsabilidade do funcionário

Quem estiver sob responsabilidade do aparelho é também incubido de zelar por seu bom funcionamento. Atenção às quedas, mau uso, perdas, etc., estão entre os aspectos de responsabilidade do colaborador. O empregador, entretanto, tem a responsabilidade de, por exemplo, realizar consertos em casos de falhas no aparelho — que não foram ocasionadas por mau uso do colaborador — ou disponibilizar um novo celular em casos de danos ou roubos, desde que haja um boletim de ocorrência.

Como garantir o cumprimento das regras de uso de telefone corporativo?

Antes de disponibilizar o aparelho para os colaboradores, a empresa deve criar um termo de responsabilidade e pedir que os funcionários assinem. Isso dá mais garantia à organização sobre o cumprimento das regras de uso de telefone corporativo. Assim, caso seja identificado o não seguimento de alguma regra, a empresa poderá tomar as medidas necessárias.

Conhecendo as principais regras de uso de telefone celular corporativo, já é possível monitorar melhor a utilização feita pelos colaboradores. Continue acompanhando o BTB News e confira mais informações sobre o mundo organizacional!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *